Aos amigos concurseiros...


Parábola dos Concurseiros

" Um velho sábio ensinava ao povo ser trabalhador e cauteloso.Nada de bom pode vir a uma nação cujo povo reclama e espera que outros resolvam seus problemas.Deus dá as coisas da vida a quem lida com os problemas por conta própria.
Uma noite, enquanto todos dormiam, ele pôs uma enorme pedra na estrada, impedindo a passagem.Escondeu-se e ficou observando.Primeiro apareceu um fazendeiro com uma carroça carregada de sementes.Ele se desviou da pedra e saiu praguejando.Logo depois veio um jovem soldado que tropeçou na pedra.Irritou-se, praguejou, reclamou, mas nada fez para retirar a pedra do lugar.Todos que passaram por lá resmungaram.Em seguida, apareceu a filha do moleiro que, embora cansada, resolveu remover a grande pedra.Empurrou, empurrou, puxou para cá, puxou para lá e depois de tanto esforço conseguiu livrar o caminho, colocando a pedra na lateral da estrada.Para sua surpresa, encontrou uma caixa debaixo da pedra.Ergueu-a.Era pesada,pois estava cheia de alguma coisa. Na sua tampa havia os seguintes dizeres: Esta caixa pertence a quem retirar a pedra do caminho.
Ela abriu a caixa e descobriu que estava cheia de ouro.Ficou muito feliz.Foi para sua casa.
Quando o fazendeiro e o soldado souberam do ocorrido, correram para o local.Revolveram o pó da estrada com os pés, na esperança de encontrar um pedaço de ouro.Nada acharam.
O sábio disse: Meus amigos, com freqüência encontramos obstáculos e fardos em nosso caminho.Podemos reclamar em alto e bom som enquanto nos desviamos deles se assim preferirmos, ou podemos erguê-los e descobrir o que eles significam.A decepção é normalmente o preço da preguiça."
Caros amigos concurseiros, nós nos movemos em razão de nossas necessidades.A regra , portanto, é a zona do conforto, do comodismo, da inércia, da preguiça.
Mas saiba: " Você não chega alugar nenhum quando você tem vontade forte, mas uma fraca disposição para obedecer-lhe" (Carlos Drummond de Andrade). " O pior naufrágio, em nossa vida, é aquele que nunca saiu do porto" (Amyr Klink). " Se você nada faz para mudar sua realidade, vai continuar conseguindo o que você sempre conseguiu", (Anthony Robbins).


(texto retirado da Revista Prática Jurídica, foi escrito pelo Jurista e Cientista Criminal,Luiz Flávio Gomes)

,

Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE AÇÃO DE COBRANÇA - Novo CPC