Minhas homenagens 2014

Caros amigos, venho compartilhar com vocês a minha sensação de missão cumprida. Na verdade, a ideia partiu de uma querida amiga e leitora do blog, Andressa Schulz Calado, acadêmica do 8º B de Direito da UNESC . Contudo, como vocês já vem me acompanhando desde o início do curso acho que devo isso à vocês.

Foi incrível como fiquei ansiosa, não pela defesa em si, mas por tudo que isso me representa. Para mim não foi apenas uma simples audiência pública de defesa de TCC, ali naquele momento, sob os olhares das pessoas que mais amo e respeito, vivi um ritual ou uma cerimônia. Naquele momento, olhando para minha família lembrei-me de todas as dificuldades passadas, de todas as ausências na vida de meus filhos, de todo o esforço do meu esposo para que eu pudesse estar ali.

 Lembrei-me das noites sem dormir, dos dias que tive que ir à pé, dos dias que tive que ir para faculdade com dor , das palavras de algumas pessoas que falaram que eu não iria conseguir, pois era muito para mim.

 Lembrei-me da minha Mãe, de seu olhar carinhoso, de suas mãos acariciando meus cabelos sobre seu colo e  me dizendo para nunca deixar de lutar pelas coisas que me fazem feliz e para eu valorizar as minhas conquistas, mas nunca me acomodar e sempre buscar mais.

Lembrei-me de alguns professores que passaram por minha vida escolar e acadêmica que plantaram sonhos, compartilharam experiências e, o mais importante, me estimularam a buscar conhecimento, seja ele advindo de onde vier.

Lembrei-me de vocês leitores queridos, que tanto me incentivaram e motivaram nos momentos de cansaço e desânimo.

 Minha banca foi privilegiada, Professor Altino Freire Filho ,  Professor Emerson Oliveira de Faria e minha orientadora Professora Melce Miranda. Não poderia ter sido melhor... e a minha melhor surpresa foi ter a presença do brilhante Professor Edson Furlaneto. Imagine, todos temendo uma banca com a presença dele, nem tanto pela sua " fama de mau", mas sim por ser um professor culto, exigente e sincero . Pois é, ele ficou para assistir minha defesa, no começo fiquei apavorada, pois não queria decepcioná-lo, contudo, depois percebi a honra que seria tê-lo ali presente.

No final deu tudo certo, fui aprovada com nota Dez. E assim, mais um ciclo que se completa em minha vida. E agora, inicia-se um novo com novos desafios e metas a serem atingidas.

Meu muito obrigada a minha queridíssima Orientadora Professora Mestre Melce Miranda, que dedicou o seu tempo e de forma carinhosa me apoiou e, principalmente, confiou no meu projeto. E no dia da defesa me passou em seu olhar toda a segurança e força que eu precisa para vencer este desafio, naquele momento me senti acolhida e "blindada" à qualquer percalço que pudesse ocorrer.

Gostaria de prestar minhas homenagens também ao Professor Bernardo Schmidt Penna que desde os primeiros períodos nos acompanhou e  nos  apresentou ao Direito Civil de forma inteligente, com humor, as vezes com sarcasmo e até mesmo com sua ironia ácida, que é uma das suas característica, típicas das pessoas inteligentes e rabugentas (Rs), pois humor é para poucos.

Também, gostaria de homenagear aos Professores Edson Furlanetto, William Ricardo G. Gama, Professor Fabrício F. Andrade, Professor Bernardo S. Penna, Professor Carlos Burck, Professor Luis Henrique Correa Rolim, Professora Paula Passarelli, Professor Vitor Yamada, pois muito embora todos os professores tenham sido de suma importância, estes foram especiais.

Aos meus amigos queridos de sala e de vida, que levarei para sempre em meu coração, Michael Douglas, Rafaella de Assis, Roseliene Honorato, Adriane Parron, Aline Parron, Nahyara, Yara, Letícia e toda turma 10 º D. Sentirei saudades das brigas, das choradeiras, da ansiedade na semana de prova, da correria dos prazos do NPJ, e principalmente as risadas.Ah! as risadas, as conversas, o papo na cantina...

 Faz-se necessário nesse momento olharmos para trás, para o inicio da nossa jornada acadêmica, iniciamos o curso, uns por sonho pessoal, outros nem tanto, uns gostaram desde o início, outros se apaixonaram pelo caminho, e hoje temos a noção de que uma pequena parte do nosso legado começou a ser construído, e que hoje somos pessoas melhores do que éramos quando aqui iniciamos essa trajetória.

Foram anos difíceis, às vezes até dolorosos, e que fizeram que alguns, infelizmente, desistissem no meio do caminho, nós, que aqui estamos, inúmeras vezes também pensamos em desistir, mas quando não conseguimos mais voar, nós corremos, quando não mais conseguimos correr, nós andamos, quando não foi possível andar, nós rastejamos, tudo isso para que de alguma forma pudéssemos continuar a caminhar e a evoluir, e não ficarmos prostrados diante dos dissabores que a vida nos ofereceu nesse tempo de graduação. Valeu a pena!

 Também quero fazer justiça aos professores que tivemos. Todos serviram como exemplo: uns, do que efetivamente ser, outros, do que JAMAIS ser. Os professores foram um caso a parte. Tivemos todos os tipos de professores, os dedicados,os intelectuais, os inteligentes, os divertidos, os românticos, os corajosos, os solidários, os irônicos, o tiozão, o faz tudo, etc. Contudo, todos com o mesmo animus, todos com a mesma preocupação, todos unidos no mesmo propósito transformar pessoas em Operadores do Direito. Com o fim do curso não se esvairão de nossas mentes seus ensinamentos de matéria, suas lições de vida, suas provocações intelectuais, muito menos a inspiração que nos transmitiram com brilho nos olhos, meu muito obrigada.













Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE AÇÃO DE COBRANÇA - Novo CPC